site Amigo da Luz

Vocação Luz da Vida

Chamamos de Comunidade de Vida, a forma de Consagração em que a pessoa se entrega exclusivamente ao Reino de Deus, a fim de fazer com que Cristo seja anunciado a todos os povos. Na Comunidade de vida, o eleito “deixa casa, pai, mãe, irmãos, irmãs, filhos, ou terras” em prol da Evangelização, a partir da opção pela vida em Comunidade somos chamados a ofertar nossos dons, talentos, profissão, nossos estudos a Deus, num árduo e contínuo trabalho evangelizador. Para melhor nos organizarmos e para proteção do Carisma possuímos regras definidas em comum, como horários determinados de oração, alimentação, apostolado, lazer, estudo. Somos homens e mulheres, solteiros (em oração para discernimento vocação pessoal) e casados, religiosas e celibatárias, seminaristas e sacerdote compartilhando dor e alegria, renúncias e satisfações, vitórias e fracassos, lágrimas, sorrisos, e, sobretudo, a luta por agradar a Deus, por fazer de nossa vida uma constante oblação.

Aliança Luz  da Vida

O membro da Comunidade de Aliança, em virtude da natureza de sua missão, não vivencia o carisma em sua plenitude, mas dele participa, sendo impelido a estar no mundo testemunhando a sua vocação. O consagrado à Comunidade de Aliança é chamado a ser a força do Carisma no mundo, deixando manifestar, por meio da sua vocação, Jesus a Luz que ilumina todo homem. Na Comunidade de Aliança, assume-se uma vocação com todos os seus comprometimentos, inclusive com votos (de acordo com cada estado), porém a pessoa permanece em sua residência, com o convívio familiar, na atividade profissional escolhida. O diferencial consiste justamente no testemunho da manifestação pessoal de Jesus Luz da Vida no coração de cada membro de Aliança. Este será responsável não só por arrastar almas para Deus, mas também para que sejam santificados todos os lugares pelos quais ele passar – “Não basta que sejas meu servo para restaurar as tribos de Jacó e reconduzir os fugitivos de Israel; faço de ti a luz das nações, para propagar minha salvação até os confins do mundo” (Is 49,6).

Irmãs Luz da Vida

irmas luz da vidaDesde o início a Comunidade é chamada a ser um celeiro de vocações. Assim, lançamos um desafio ainda maior à Igreja ao acolhermos em nossa Comunidade a vida religiosa.Desafio porque é comum encontrarmos celibatários na maioria das Novas Comunidades, porém, não é comum encontrarmos em meio aos casais os seminaristas e sacerdotes, religiosas, religiosos, irmãs e irmãos. Contudo, não temos dúvidas de que Deus quer que o Carisma Luz da Vida também seja vivenciado num coração indiviso, totalmente disposto a morrer para tudo que o mundo oferece. O coração de uma irmã Luz da Vida  é caracterizado por ser aquele que guarda, que protege o carisma, que zela pelas vocações Luz da Vida, juntamente com Nossa Senhora que também tem semelhante papel;

É ser o coração orante, intercessor da Comunidade; por meio disso, ser fecunda concretizando a maternidade espiritual: gerar vidas para o carisma Luz da Vida, para a Igreja. A intercessão consiste em muito mais que apenas rezar, mas especialmente escutar e obedecer à Palavra de Deus, ter atitudes a partir da escuta. Ser uma mulher da Palavra de Deus, com a disposição para morrer para si mesma, literalmente, todos os dias de sua vida; morrer para seus próprios interesses, para nascer aquela que brilha a face de Jesus Luz da Vida. É ser capaz de dar a vida se preciso for por amor ao Reino de Deus e ao Carisma Luz da Vida; ser sacrifício ofertado ao Senhor:

“Eu vos exorto, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, a oferecerdes vossos corpos em sacrifício vivo, santo, agradável a Deus: é este o vosso culto espiritual. Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação de vosso espírito, para que possais discernir qual é a vontade de Deus, o que é bom, o que lhe agrada e o que é perfeito” (Rom 12,1-2).

Todas que abraçam esta singular vocação precisam mergulhar na pessoa de Cristo, de modo que se configurem com Ele, tornando-se sinal visível dEle no mundo. Devem imitar a vida, os passos do Senhor em todas as situações, sejam elas pequenas ou grandes. Suas vidas devem ser um anúncio vivo de Jesus Cristo pobre, casto e obediente trazendo como fundamento de suas vocações a vida fraterna em comunidade.
“Para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso pai que está nos céus” (Mt 5,14-16).
“Deus ama a alma que não impõe limites à Sua graça” – a esposa de Cristo deve dar-se inteiramente a Ele, entregar-se à Sua ação transformadora.

Comentários   

 
0 #3 profile 02-11-2018 13:57
Need cheap hosting? Try webhosting1st, just $10 for an year.

Citar
 
 
0 #2 Diogo 04-10-2015 23:30
Famílias também podem fazer parte da comunidade de vida? Ou apenas da comunidade de aliança?
Citar
 
 
0 #1 brayan 28-10-2014 00:51
quero sabe quando sera o proximo encontro

Olá, meu irmão será em março, no entanto fique de olho aqui no site que estaremos divulgando. Você pode fazer seu cadastro por meio do seguinte endereço:
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar