site Amigo da Luz

Pausa nas audiências do Papa durante o mês de julho

papa crianca

Mês de Julho é mês de actividade mais reduzida do Papa e da Santa Sé. Destaque apenas para o Angelus dominical como único ato público do Santo Padre no Vaticano. Estão suspensas neste mês todas as audiências gerais e especiais. Na última semana de julho terá lugar na Polónia a grande Jornada Mundial da Juventude onde o Papa Francisco estará de 27 a 31 de Julho. Entretanto, há algumas exceções na agenda do Santo Padre. Foi o caso desta sexta-feira dia deste dia 1 de julho na qual o Francisco recebeu em audiência a Dra. Virginia Raggi, nova presidente do município de Roma, também Kiko Arguello, iniciador do Caminho Neo-Catecumenal e ainda o Cardeal Renato Raffaele Martino. Uma outra exceção terá lugar na quarta-feira 6 de julho dia em que o Santo Padre recebe na Sala Paulo VI um grupo de 200 doentes e pessoas com necessidades especiais acompanhadas pelo Arcebispo de Lyon (França), Cardeal Philippe Barbarin. A oração do Angelus com os fiéis na Praça S. Pedro continuará em todos os domingos de julho. A audiência geral das quartas-feiras será retomada a 3 de agosto. As audiências jubilares, concedidas por ocasião do Ano Santo da Misericórdia, voltam a ser realizadas a partir do dia 10 de setembro. Já as homilias na capela da Casa Santa Marta recomeçam na quinta-feira, 8 de setembro.

Site Rádio Vaticano

Papa Francisco “irritado” por cobertura da mídia sobre diaconisas

PapaFrancisco DanielIbanez ACIPrensa 28062016

Na coletiva de imprensa que o Papa Francisco costuma fazer na volta de suas viagens internacionais, desta vez no voo que o levou da Armênia para Roma, o Pontífice expressou que estava irritado com os meios de comunicação em relação à cobertura que muitos fizeram sobre a possibilidade da ordenação de diaconisas.

“O primeiro a ser surpreendido por esta notícia fui eu”, disse o Papa no domingo, 26 de junho, na coletiva de imprensa depois da sua visita de três dias à Armênia, o primeiro país cristão do mundo.

O Santo Padre expressou seu incômodo quando viu publicado em diversos veículos de comunicação manchetes como “a Igreja abre a porta às diaconisas”, quando a verdade não era essa.

“De verdade, eu fiquei um pouco irritado com a mídia, porque isso não é dizer a verdade das coisas às pessoas”, afirmou Francisco.

As palavras ditas pelo Papa se referiam à sessão de perguntas e respostas que teve com religiosas em Roma, na qual o Santo Padre afirmou que formaria uma comissão para estudar o diaconato e o papel das diaconisas que existiam na Igreja primitiva.

Os reportes acerca deste evento realizado em 21 de maio com a União Internacional de Superioras Gerais se centraram em uma pergunta feita por uma religiosa sobre por que a Igreja não inclui as mulheres como diáconos permanentes. A irmã se referia à antiga tradição das diaconisas e sugeriu a possibilidade de uma comissão para estudar esta questão.

O Pe. Federico Lombardi, Diretor da Sala de Imprensa do Vaticano, divulgou uma declaração depois do evento no qual explicou que o Papa Francisco não tem a intenção de promover a ordenação de diaconisas nem mulheres sacerdotes.

Na coletiva de imprensa em 26 de junho, o Santo Padre iniciou sua resposta à pergunta sobre a possibilidade de uma comissão para estudar o tema com uma brincadeira: “Havia um presidente da Argentina que dizia e aconselhava os presidentes de outros países: ‘Quando você quer que algo não se resolva, crie uma comissão’”.

Em seguida, o Papa se referiu a alguns estudos recentes a respeito do tema e aproveitou para ressaltar a importante missão das mulheres na Igreja.

“Para mim, a função da mulher não é tão importante quanto o pensamento da mulher na igreja. A mulher pensa de outra maneira em relação a nós, os homens. E não se pode tomar uma decisão boa e justa sem ouvir as mulheres”, afirmou o Papa.

“Às vezes, em Buenos Aires, eu fazia uma consulta com os meus consultores e os ouvia sobre um tema: em seguida, chamava algumas mulheres e elas viam as coisas sob uma luz diferente... e depois a decisão era muito, muito, muito fecunda, muito boa”, continuou.

O Santo Padre concluiu sua resposta reiterando algo que está acostumado a dizer sobre as mulheres e a Igreja: “Repito sempre: a Igreja é mulher... e não é uma mulher solteirona, é uma mulher casada com o Filho de Deus, o seu Esposo é Jesus Cristo”.

Por acidigital

Basílica de Campinas é pichada com frase pró-aborto

afronta igreja

O ato de vandalismo foi realizado como um ataque frontal à postura da Igreja Católica em defesa da vida e sua reprovação à prática do aborto.
O clima entre os fiéis que se depararam com a pichação era de tristeza e indignação, conforme contou Ana de Oliveira ao portal G1 de notícias. “Uma judiação o que fizeram. Ninguém sabe quem foi, pois foi pichada durante a madrugada”, declarou a senhora que costuma ir à Missa das 10h todos os domingos.
Ana expressou que diante do ocorrido pairou “um ar de tristeza e falta de respeito com a casa de Deus”. “É um absurdo. Tem que ter respeito, né, com qualquer religião”, acrescentou.
De acordo com o jornal local, ‘Correio Popular’, testemunhas afirmaram que quatro adolescentes que participavam da preparação para a Parada Gay no sábado, 25, por volta das 21h, picharam a Igreja, uma banca de jornal, o busto de César Bierrenbach e a porta de um restaurante japonês.
O templo está em fase final de restauração e a fachada foi concluída no ano passado. “Há oito anos lutamos para concluir a restauração do prédio. O imóvel já foi pichado duas vezes. Dessa vez escreveram ‘Aborto Livre’ na entrada e ‘Corpo Livre’ na lateral”, declarou ao jornal o pároco, Cônego Jeronymo Antonio Furian.
Ataques a igrejas com frases e insultos pró-aborto se multiplicam no Brasil. No ano passado, ato semelhante aconteceu na Catedral da Sé da Arquidiocese de São Paulo, quando ativistas pró-aborto picharam o templo no dia 30 de novembro.
A pichação aconteceu depois de uma manifestação no centro da capital paulista contra projeto de lei 5.069/2013 que, entre outras medidas, dificulta o chamado aborto legal e restringe a venda de medicamentos abortivos no país. Entre as frases escritas nas paredes e portas da Igreja estavam: “Se o Papa fosse mulher, o aborto seria legal” ou “Tire seus rosários dos meus ovários”.
O ocorrido gerou uma nota de repúdio da Arquidiocese de São Paulo ressaltando que “a liberdade de expressão, reivindicada historicamente pela Igreja católica em nosso país, não justifica ato de vandalismo”.
Na ocasião, por conta do ato de vandalismo, jovens católicos se uniram voluntariamente para limpar a Catedral e contaram com apoio do Arcebispo, Cardeal Odilo Pedro Scherer.

Site Acidigital

Aberta Porta Santa para pedestres na Rodovia que leva ao Santuário do Divino Pai Eterno

Porta Santa Rodovia dos Romeiros

Dentre as festividades do Divino Pai Eterno em Trindade (GO), uma novidade neste ano é a Porta Santa instalada no quilômetro zero da via de pedestres da GO-060, também conhecida como Rodovia dos Romeiros. A Porta, localizada ao lado da rodovia, foi abençoada e aberta pelo Arcebispo metropolitano de Goiânia, Dom Washington Cruz, na sexta-feira, 24 de junho.
Esta via específica para pedestres é percorrida por muitos romeiros que peregrinam até Santuário do Divino Pai Eterno em longas caminhadas ou ainda por outros meios, como por exemplo de bicicleta ou a cavalo.
Com 4,20 metros de altura e 4 metros de largura, esta Porta santa é um símbolo para recordar os romeiros que a Igreja vive o Ano da Misericórdia, convocado pelo Papa Francisco, o qual teve início em 8 de dezembro de 2015 – Solenidade da Imaculada Conceição da Virgem Maria – e seguirá até o dia 20 de novembro de 2016 – Solenidade de Cristo Rei.
A porta é composta por quatro símbolos que representam: o Ano Jubilar da Misericórdia; a Mãe da Misericórdia; a Arquidiocese de Goiânia e o Santuário Basílica de Trindade.
“Que essa Porta possa significar para nós uma porta de misericórdia, uma porta de salvação, uma porta de transformação das nossas vidas como é o sentido original da Porta Santa”, expressou Pe. Rodrigo de Castro, coordenador de Pastoral da Arquidiocese de Goiânia, ao site do Santuário.
Segundo ele, o objetivo é levar aos romeiros a experiência que milhares de católicos estão em todo o mundo. “Queremos proporcionar aos romeiros a experiência vivida pelas dioceses do mundo inteiro, que é a de passar pela Porta Santa e receber as indulgências plenárias, além da tradicional caminhada a Trindade, na ida ao encontro do Pai Eterno”, explicou o sacerdote.
A instalação da Porta Santa na via de pedestres da Rodovia dos Romeiros está inserida também no contexto do tema da Romaria 2016 do Santuário: “O Pai Eterno é Misericordioso”. A finalidade é levar os fiéis a conhecer verdadeiramente todo o amor que o Pai eterno tem por seus filhos.
A Romaria teve início na sexta-feira, 24, com a Alvorada Festiva, às 5h. São dez dias de festa e a organização espera receber 2,5 milhões de fiéis. Ao todo, serão celebradas 115 missas, 45 novenas, 30 orações do terço e 11 procissões. Também estão programados Batismos, vigílias, encontros e desfiles de carreiros, cavaleiros e muladeiros.
O ápice da festa será no próximo dia 3, primeiro domingo de julho, quando se celebra o dia do Divino Pai Eterno. A Porta Santa da Rodovia dos Romeiros ficará instalada no local até o dia 5 de julho.

Site Acidigital

Papa reza pelas vítimas do ataque terrorista na Turquia

Francisco janela

Ao meio-dia o Papa Francisco presidiu à oração do Angelus da Janela do Palácio Apostólico. Na sua mensagem começou por salientar o testemunho destes dois santos padroeiros da Igreja universal: Pedro, um “humilde pescador”, Paulo “mestre e doutor”. “Eles por amor de Cristo deixaram a sua pátria” – disse o Papa – e não pensando nos riscos, chegaram a Roma e aqui foram “anunciadores e testemunhas do Evangelho”.
“Acolhamos a sua mensagem! Conservemos o seu testemunho! A fé franca e forte de Pedro, o coração grande e universal de Paulo ajudar-nos-ão a ser cristãos alegres, fiéis ao Evangelho e abertos ao encontro com todos.”
O Papa Francisco recordou a bênção dos pálios dos arcebispos metropolitas e a presença de membros do Patriarcado Ecuménico de Constantinopla nesta Festa de S. Pedro e S. Paulo.
Após a oração do Angelus o Papa Francisco rezou pelas vítimas do atentado terrorista da noite de terça-feira dia 28 de Junho:
“…ontem à noite, em Istambul, aconteceu um brutal atentado terrorista que matou e feriu muitas pessoas. Rezemos pelas vítimas, pelos familiares e pelo caro povo turco. O Senhor converta os corações dos violentos e apoie os nosso passos pelo caminho da paz.”
O Papa Francisco a todos deu a sua bênção, pediu para os fiéis não se esquecerem de rezar por ele e desejou-lhes um bom almoço.

Site Rádio Vaticano